Crescimento infantil x Infantilização

A partir dos 2 anos, o bebê passa a ser criança! E criança tem que ser criança! Mas ela também precisa se desenvolver e amadurecer para se tornar independente e autônoma.

No entanto, nós adultos, pais e cuidadores podemos ser responsáveis por reforçar ou evitar alguns comportamentos demasiados infantis para as crianças, que por vezes, pode acabar refletindo na sua fala. Momentaneamente, podemos achar bonitinho, o comportamento infantilizado das crianças, mas isso não é saudável e precisamos respeitar o crescimento delas.

Assim, a seguir estão algumas dicas, para os pais e cuidadores, de como favorecer o desenvolvimento maduro da criança, evitando a infantilização:


🚫 Não trate a criança por neném, bebê...

💬 Evite ficar falando no diminuitivo: “Vamos jogar bolinha com o priminho?!”;

🚫 Não repita as palavras erradas, dê o modelo certo! Por exemplo, se a criança fala: “ága, mamãe”. Responda algo como: “Você quer água?”, “então vamos pegar a água”;

👣 Se a criança sabe andar, não há necessidade de ficar pegando ela no colo a todo momento. Deixe isso para momentos de carinho ou necessidade;

🚫 Evite falar pela criança: não complete suas frases ou tente adivinhar o que ela quer;

😪 Quem dorme com os pais é o bebê! Portanto, é importante que a criança durma em seu próprio espaço e não na cama com os pais ou outra pessoa;

👶 Elimine os hábitos orais como chupeta, mamadeira e chupar o dedo;

😎 Incentive a independência nas atividades do dia-a-dia (esse é o assunto do próximo post!)


Qualquer dúvida, procure um profissional!

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo